Arquivo por Autor

Próximo endereço desse blog. Aguardem novidades. :)

Próximo endereço desse blog. Aguardem novidades. 🙂

Comparativo entre algoritmos de recomendação

Nesse semestre tive uma nova experiência: fiz um intensivo de verão na faculdade.

Apesar de ter me ferrado a vida pessoal e profissional devido à minha falta de planejamento prévio, foi uma ótima experiência, especialmente por ser uma disciplina relacionada ao TC que vou começar nesse semestre: Sistemas de Recomendação.

Fiz um pequeno artigo com um comparativo entre 2 algoritmos de recomendação baseados em filtragem colaborativa oferecidos pelo Apache Mahout, o k-Nearest Neighborhood e o Slope One, ambos com a configuração mais padrão possível.

Estou disponibilizando ele para o caso de alguém querer ver como ficou (e para o caso de alguém ter curiosidade sobre o assunto).

Artigo Apache Mahout

Enfim, o artigo não está bom, ele foi improvisado pra entregar no final da cadeira e por fim  nem era necessário, mas aí está, melhor disponibilizar e torcer pra que seja útil pra alguém.

Referências:

Apache Mahout -> mahout.apache.org

Porque eu não ligo para o Brasil ser a sexta economia mundial (e porque acho que também não faz diferença para você)

Próximo ao fechamento de 2011, tivemos uma ótima notícia: o Brasil superou o Reino Unido e se tornou a 6a maior economia mundial.
Sinceramente, quanto ao que me compete, grandes merdas.

Não acho válido sermos uma potência mundial, fecharmos tantos acordos internacionais, quando ignoramos o que se passa dentro de nossas fronteiras.
Não que não ache bom ajudarmos aos países vizinhos, mas fazemos isso realmente para ajudar ao próximo, ou para termos boa reputação na mídia gastando algum dinheiro e não nos incomodando, já que é mais fácil dar dinheiro pra que os outros resolvam seus problemas ao invés de trabalharmos para resolver os nossos?

Ao responder a alguém que tinha publicado sobre essa notícia, acabei sendo taxado de anti-petista, ao que me parece, simplesmente por expor argumentos sobre os motivos pelos quais não me convenço sobre isso ser algo bom, já que a resposta foi apenas essa, de que eu seria um “militante anti-PT”.
Por isso, estou usando esse espaço, que é meu, para me manifestar. Não me importa se você vai ler, se for apenas alguém que comprou um tablet e quer rootar, está no post errado, role um pouco mais para baixo a página e deve encontrar o que veio buscar, mas se quiser seguir lendo, abra a mente e seja meu convidado.
Continue lendo

Microsoft Holodeck

Achei excelente esta matéria da Wired, que dá uma boa visão do setor de P&D da Microsoft e mostra que nem tudo são Kinects e Surfaces, mas que apesar de diversos projetos que não chegam ao mercado e, consequentemente, não trazem retorno financeiro algum, a Microsoft está longe de parar de investir em inovação e tentar trazer o futuro cada vez mais na nossa direção.
Enquanto o futuro não bate à nossa porta e temos nenhuma interação direta entre nossos cérebros e o mundo virtual, aproveitem pra ler Neuromancer e terem algumas ideias a respeito do que podemos esperar.
Acesse aqui a matéria (em inglês, obviamente).

Vídeos geniais

Achei esses vídeos bem interessantes, espero que mais alguém curta 🙂

EAT from Rick Mereki on Vimeo.

LEARN from Rick Mereki on Vimeo.

MOVE from Rick Mereki on Vimeo.

Com tantos vídeos bons que aparecem todos os dias, acho que esses se destacam pela simplicidade e pela definição clara da proposta. Sem falar no trabalho que deu pra fazer, claro! 🙂

(descobri lá no Jacaré Banguela)

Pletax

Sob protestos e aviso de que eu não posto sequer no meu blog, fui convidado a postar no Pletax.
Talvez seja melhor dizer que eu fui coagido a postar lá.
Enfim, o Plets comprou meu cheatsheet de Rails (se alguém comprar, fique atento, ele ainda precisa de algumas atualizações) pra eu poder testar no Kindle dele e ao invés de pedir o dinheiro de volta depois de ser enganado, ele exigiu que eu postasse sobre o processo de publicação do Kindle Direct Publishing, o post vocês podem ler lá no Pletax, mesmo, pra facilitar, podem também ler ele através deste link direto.
Então, da próxima vez que eu ficar 3 meses sem postar, se quiserem ler algo interessante, lá é um bom lugar pra procurar. Talvez eu também fique uns 3 meses sem postar lá, mas pelo menos tem mais gente escrevendo bastante coisa interessante. 🙂
E eu vou tentar me policiar pra não ficar 3 meses sem postar de novo, viram, meus 2 visitantes que não foram direto pros posts sobre o Kyros? 😛

Review: Avell Titanium A5160 HDH

Então, após quase 1 mês de espera, finalmente chegou meu notebook.
Pouco mais de 24h 48h de uso após, o que posso dizer é que valeu a espera, definitivamente, e que para o valor que paguei é uma excelente máquina.

Um pequeno histórico sobre minha busca: eu vinha usando o notebook do serviço, mas isso me trazia certas restrições quanto a arquivos pessoais e programas instalados devido às normas de segurança da empresa, então comecei a pesquisar pelos notebooks na faixa de 1400 a 1800 reais.
Como meu desktop já é bastante modesto e vive dando problemas, aumentei um pouco a faixa porque o mais provável é que o notebook se tornasse minha única máquina. Na faixa de 3000 reais eu tinha visto praticamente os Vostro e Studio da Dell que tinham me interessado, ou poderia aumentar um pouco mais a faixa e pegar um Macbook Pro.

Imagem ilustrativa do site da Avell

A foto promocional.

Pesquisando um pouco, encontrei uma marca pouco conhecida e com bons reviews por parte de consumidores satisfeitos.
Dei uma olhada no site, os notes pareceram bastante “genéricos”, mas design não era uma prioridade pra mim, então entrei em contato para um orçamento e acabei decidindo por dar um voto de confiança para a Avell em um notebook que pudesse me servir por um bom tempo.

Continue lendo