Archive for the ‘ TI ’ Category

Comparativo entre algoritmos de recomendação

Nesse semestre tive uma nova experiência: fiz um intensivo de verão na faculdade.

Apesar de ter me ferrado a vida pessoal e profissional devido à minha falta de planejamento prévio, foi uma ótima experiência, especialmente por ser uma disciplina relacionada ao TC que vou começar nesse semestre: Sistemas de Recomendação.

Fiz um pequeno artigo com um comparativo entre 2 algoritmos de recomendação baseados em filtragem colaborativa oferecidos pelo Apache Mahout, o k-Nearest Neighborhood e o Slope One, ambos com a configuração mais padrão possível.

Estou disponibilizando ele para o caso de alguém querer ver como ficou (e para o caso de alguém ter curiosidade sobre o assunto).

Artigo Apache Mahout

Enfim, o artigo não está bom, ele foi improvisado pra entregar no final da cadeira e por fim  nem era necessário, mas aí está, melhor disponibilizar e torcer pra que seja útil pra alguém.

Referências:

Apache Mahout -> mahout.apache.org

Microsoft Holodeck

Achei excelente esta matéria da Wired, que dá uma boa visão do setor de P&D da Microsoft e mostra que nem tudo são Kinects e Surfaces, mas que apesar de diversos projetos que não chegam ao mercado e, consequentemente, não trazem retorno financeiro algum, a Microsoft está longe de parar de investir em inovação e tentar trazer o futuro cada vez mais na nossa direção.
Enquanto o futuro não bate à nossa porta e temos nenhuma interação direta entre nossos cérebros e o mundo virtual, aproveitem pra ler Neuromancer e terem algumas ideias a respeito do que podemos esperar.
Acesse aqui a matéria (em inglês, obviamente).

Review: Avell Titanium A5160 HDH

Então, após quase 1 mês de espera, finalmente chegou meu notebook.
Pouco mais de 24h 48h de uso após, o que posso dizer é que valeu a espera, definitivamente, e que para o valor que paguei é uma excelente máquina.

Um pequeno histórico sobre minha busca: eu vinha usando o notebook do serviço, mas isso me trazia certas restrições quanto a arquivos pessoais e programas instalados devido às normas de segurança da empresa, então comecei a pesquisar pelos notebooks na faixa de 1400 a 1800 reais.
Como meu desktop já é bastante modesto e vive dando problemas, aumentei um pouco a faixa porque o mais provável é que o notebook se tornasse minha única máquina. Na faixa de 3000 reais eu tinha visto praticamente os Vostro e Studio da Dell que tinham me interessado, ou poderia aumentar um pouco mais a faixa e pegar um Macbook Pro.

Imagem ilustrativa do site da Avell

A foto promocional.

Pesquisando um pouco, encontrei uma marca pouco conhecida e com bons reviews por parte de consumidores satisfeitos.
Dei uma olhada no site, os notes pareceram bastante “genéricos”, mas design não era uma prioridade pra mim, então entrei em contato para um orçamento e acabei decidindo por dar um voto de confiança para a Avell em um notebook que pudesse me servir por um bom tempo.

Continue lendo

Material para Rails em português

Estou aprendendo Rails, e uma das dificuldades é achar material em português.
Apesar de entender bem inglês, geralmente eu gosto de ler material produzido localmente, ou com foco no povo das terrinhas daqui, até por preguiça de vez em quando, mas também porque a quantidade de material pode ser tomado até como um indicador de mercado e de aceitação da tecnologia.
Até é possível achar material em quantidades razoáveis, mas a maioria é terrivelmente desatualizado, e numa plataforma com a evolução que o Rails tem tido nos últimos anos, estudar por material desatualizado só leva à dor de cabeça, tanto por problemas ao tentar reproduzir os exercícios em versões mais recentes do framework, quanto porque muitas práticas já são obsoletas.
Continue lendo

Python vs. Ruby

Recentemente me peguei mais uma vez na eterna dúvida entre Python e Ruby, agora motivado por forças externas.
Minha namorada cogitou a hipótese de começar a programar por questões acadêmicas e passei um tempo refletindo sobre qual seria a melhor forma de começar.
Claro que eu poderia largar o “Java: Como Programar” na mão dela e deixar ela quebrar a cabeça, mas eu me odiaria por forçar ela a esse sofrimento gratuito, afinal, ninguém merece Java…
Poderia também largar ela no Visual Studio, C# não é difícil, tudo é muito bem organizado no .NET e documentação sobra, poderia ser uma boa solução, mas… mas eu estava ainda pensando como alguém que já programa há algum tempo.
Quando tentei assumir a perspectiva de alguém sem contato com programação, sobraram essas duas alternativas, que considero as mais interessantes pra alguém iniciante, daí comecei a pesar os prós e contras de cada.
Continue lendo

Rails For Zombies – Aprendendo RoR de uma forma divertida

Tem noções de Ruby?
Quer aprender Rails?
Não tem saco pra fazer os mesmos exercícios de sempre, lendo de um livro e torcendo pro ambiente estar de acordo com a necessidade, ter que verificar versão de tudo, e todo o resto para dar tudo certo?
Então este é o curso mais adequado para você!
RailsZombie
Continue lendo

Flisol 2011 – Porto Alegre

 

Esse sábado ocorre o Festival Latinoamericano de Instalação de Software Livre (FLISOL), evento de software livre que conta com palestras, distribuição de mídias para instalação e, ao menos para quem está em Porto Alegre, dojos de programação, um de Ruby e um de Javascript.

A programação completa pode ser encontrada aqui: http://goo.gl/HDS7E
Na página também constam informações como link para inscrição, programação completa e o local.
Apenas lembrando, os participantes são fortemente encorajados a doar 2kg de alimentos.
Encontro vocês lá 🙂